Blog da (re)energisa

Como escolher uma comercializadora de energia

Existem muitas opções para migrar para o Mercado Livre de Energia. Conheça pontos importantes para considerar na hora de fazer a escolha da sua comercializadora.

Publicada em: 30/11/2023

 Região: 

Região: 

Brasil

As comercializadoras de energia são empresas que atuam no setor elétrico e têm como principal função comprar e vender energia para consumidores finais, como empresas e indústrias. Essa energia é adquirida por meio dos produtores, como usinas de geração renovável e, depois, vendida para os consumidores com uma variedade de opções de planos e tarifas.

A comercialização de energia no Mercado Livre permite que os consumidores escolham o fornecedor que melhor atenda às suas necessidades e orçamento. Aqui estão dicas para você considerar na escolha da comercializadora que irá realizar a gestão da energia do seu negócio:

Qual é o papel de uma comercializadora de energia?

Além de negociarem a compra e venda de energia no Mercado Livre seguindo as regulamentações do setor, as comercializadoras têm várias responsabilidades, incluindo:

  • Gerenciamento de contratos: as comercializadoras lidam com a administração de contratos de energia, incluindo a definição de tarifas, prazos, penalidades e outras condições contratuais.
  • Faturamento e atendimento ao cliente: elas emitem faturas aos consumidores, gerenciam o atendimento ao cliente e resolvem quaisquer problemas ou dúvidas relacionadas ao fornecimento de energia.
  • Cumprimento de regulamentos: as comercializadoras devem cumprir as regulamentações do setor de energia estabelecidas pelas autoridades reguladoras, como a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), ou equivalentes em outros países. Isso inclui garantir que a qualidade do serviço atenda aos padrões estabelecidos e que a transição de energia ocorra de maneira eficiente e confiável.
  • Oferta de energia limpa e redução das emissões de carbono: muitas comercializadoras oferecem opções de energia renovável e permitem que os consumidores escolham fontes de energia mais sustentáveis, como energia solar, eólica ou hidrelétrica. O uso dessas fontes resulta em emissões significativamente menores de gases de efeito estufa em comparação com fontes de energia fóssil. Isso ajuda a mitigar as mudanças climáticas e a demonstrar um compromisso com a sustentabilidade.
  • Gestão de riscos: as comercializadoras também desempenham um papel importante na gestão de riscos associados à volatilidade dos preços da energia, hedge de contratos e gerenciamento de exposições ao mercado

Qual a melhor escolha a se fazer?

Antes de tudo, as comercializadoras de energia precisam ser autorizadas como agentes pela ANEEL e ter um registro na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Verifique se a comercializadora tem registro na Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia Elétrica (ABRACEEL), uma entidade de classe que representa as empresas e instituições que atuam no setor de comercialização de energia elétrica no Brasil. 

Reserve um tempo para pesquisar as opções que ofereçam um escopo sob medida que conste todas as condições do processo de migração e gestão da energia no Mercado Livre.

Por fim, considere a solidez de uma empresa como a (re)energisa, marca do Grupo Energisa que está há mais de 118 anos no mercado conectando milhões de pessoas e empresas às melhores soluções de energia. Ao mesmo tempo que fazemos parte de um ecossistema próprio de negócios, atuamos em sinergia com as 09 distribuidoras de energia operadas pelo Grupo, que somam cerca de 20 milhões de clientes; e temos a confiabilidade e experiência do que hoje é o maior player do setor elétrico nacional privado.

Interessado em realizar sua portabilidade para o Mercado Livre de Energia? 
Mande sua pergunta em nosso formulário e nossos especialistas responderam suas dúvidas.

Mercado Livre de Energia, Transição Energética

Compartilhe essa notícia