Blog da (re)energisa

Como funciona o Mercado Livre de Energia no Brasil?

Entenda as vantagens de migrar para o mercado livre de energia

Publicada em: 30/11/2023

 Região: 

Região: 

Brasil

O Mercado Livre de Energia no Brasil é um ambiente em que consumidores e fornecedores de energia elétrica podem negociar contratos de compra e venda de energia de forma direta, fora das tarifas reguladas e regras do mercado cativo. Ele foi criado para promover a competição e a eficiência no setor elétrico do país. 

Até 2023, apenas consumidores com carga igual ou superior a 500 kW poderiam migrar para o o mercado livre de energia na categoria de consumidores livres. De acordo com a portaria nº50/2022 do Ministério de Minas e Energia (MME), a partir de 2024, todos os consumidores atendidos em média e alta tensão poderão realizar a migração. 

A (re)energisa faz parte desse mercado livre de energia, que já existe há algum tempo no Brasil, e realiza o serviço de negociação de cargas desses compradores, além de realizar toda a gestão desse consumidor durante a sua jornada no mercado livre, como:

  • Estudos de viabilidade
  • Contratação de Energia no Ambiente de Contratação Livre (ACL) 
  • Serviço de Adesão ao Mercado Livre
  • Representação na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

Ficou na dúvida se o Mercado Livre de Energia é para você? Para entender melhor sobre o assunto, preparamos explicações que vão facilitar sua migração.

Quem pode migrar para o Mercado Livre de Energia?

Existem no mercado dois perfis: os consumidores livres e os consumidores especiais. Os consumidores livres devem ter uma demanda de energia contratada superior a 500 kW e podem comprar energia oriunda de qualquer tipo de fonte. Quem tem uma demanda mínima contratada de 500 kW, entra no mercado como consumidor especial, e pode realizar essa compra apenas por fontes renováveis de energia como: eólicas, solares, térmicas a biomassa ou pequenas hidrelétricas.

Empresas de qualquer segmento podem e devem migrar para o Mercado Livre de Energia, sejam elas indústrias, shopping center, hospitais e até mesmo universidades. Mas a intenção é que o mercado não pare por aí: já existem discussões para abertura do mercado para baixa tensão em anos futuros. 

Quem pode vender energia no Mercado Livre?

A comercialização de energia é feita de duas formas: pelas distribuidoras, que atendem os consumidores residenciais e têm os preços regulados pelo governo, e pelas comercializadoras, que são autorizadas a comprar e vender energia para os consumidores livres que demandam energia em larga escala. 

O segmento de geração é bem diversificado no Brasil. O país conta com cerca de 23,4 mil unidades geradoras, considerando todas as fontes e capacidades, e possui 156 concessionárias de transmissão encarregadas de distribuir a energia. Já para a realização dessa comercialização dentro do Mercado Livre de Energia, é importante ressaltar que o consumidor esteja bem assessorado por empresas, como a (re)energisa, que são reconhecidas no mercado e podem apresentar as melhores oportunidades de investimento e contratação. 

Como funciona nos Estados Unidos e Europa?

Nestas regiões, o mercado de energia já é bem mais desenvolvido e serviu de inspiração para o brasileiro. Lá, existem mecanismos de grande liquidez e muitas opções de negociações.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL), Rodrigo Ferreira, “Em 35 países, todo o mercado é livre, inclusive o consumidor residencial. Outros países têm um nível de abertura maior.” Ele lembra que, nos Estados Unidos, 23 dos 50 estados têm o mercado totalmente aberto a todos os consumidores. Nos maiores mercados de energia do Canadá, por exemplo, que são as províncias de Ontário e Alberta, todos são livres; enquanto na Rússia o mercado não é aberto apenas para o consumidor residencial.

Experiência de Mercado

A (re)energisa é uma marca do Grupo Energisa que está há mais de 118 anos no mercado conectando milhões de pessoas e empresas às melhores soluções de energia. Ao mesmo tempo que fazemos parte de um ecossistema próprio de negócios, atuamos em sinergia com as 09 distribuidoras de energia operadas pelo Grupo Energisa, que somam cerca de 20 milhões de clientes; e temos o suporte do Grupo, que hoje é o maior do setor elétrico nacional privado.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Fale com um de nossos especialistas.

Mercado Livre de Energia

Compartilhe essa notícia